A era do wantrepreneur!


entrepreneurfail Sales Tales

 

No epicentro global do empreendedorismo (Silicon Valley), uma notícia deixou todo o ecossistema em estado de alerta: a Techstars adquiriu a Up global!

Para quem não está familiarizado com estas organizações eu explico de forma muito sucinta e simples: Techstars é uma das mais importantes funding incubators do planeta, uma funding incubator é uma incubadora que além de espaço e mentoria financia as startups com seed funding em troca de uma percentagem das mesmas. A Up Global, por sua vez, é (ou era…) uma organização sem fins lucrativos que se dedica a ensinar os fundamentos do empreendedorismo. Entre as várias ações desempenhadas pela Up Global, destaco a Startup Weekend e a Startup Next que são idealizadas e apoiadas pela Google Ventures mas não posso deixar em segundo plano a Entrepreneurs Across Borders da própria Up Global que tem como principal foco nivelar todos os países nos princípios e saberes da startup economy.

Para quem não está familiarizado com as empresas e com os termos acima descritos não é um empreendedor de índole tecnológico!

Um empreendedor tecnológico tem plena consciência que o mundo é plano e é exatamente nessa planície onde deve semear os seus empreendimentos. Este solo é fértil mas apenas para aqueles que o conhecem bem. Não entender como funciona esta nova ordem económica nem conhecer os seus principais players, por si só, retira-o do campeonato do empreendedorismo tecnológico.

Um grande amigo meu costuma afirmar: “o termo empreendedorismo, em Portugal, desgasta-se antes de nascer um único empreendimento!”

entrepreneurfail Building an empire

Na verdade, ser empreendedor não é estudar o livro Lean Startup de Eric Ries nem é passar horas a fio a movimentar “post-it” no business model canvas. Isso é wantrepreneur!

Não existe mal nenhum em ser wantrepreneur. Da mesma forma, como não existe mal nenhum em ser estudante. Um estudante prepara-se para uma vida profissional da mesma maneira como um wantrepreneur prepara-se para erigir um empreendimento!

Na verdade, a aquisição da Up Global pela Techstars enuncia algo bem mais relevante: se, outrora, a Techstars procurava empreendedores para lhes oferecer um modo assistido para estes serem bem sucedidos, com esta aquisição está a apostar não em empreendedores mas em wantrepreneurs. Em suma, vem aí a era dos wantrepreneurs!

O mundo inteiro interroga-se sobre esta perspectiva. Será que um wantrepreneur, por não dominar o novo paradigma económico está em melhores condições para o revolucionar? Estará a nascer o conceito de comunidades verticais, onde uma fraternidade seleciona, forma e financia grupos de pessoas? Estaremos a presenciar o nascimento das novas tribos globais? Ou, será apenas mais um mau negocio?

Pessoalmente, acho preocupante que, nas mesas de café que frequento em Portugal, ninguém saiba nem se preocupe com estes acontecimentos.

A revolução industrial passou literalmente ao lado do nosso país. Contudo, a revolução digital está a gerar um crescente número de wantrepreneurs. Isso é óptimo para o nosso progresso! É a base!

Acredito que o progresso implica assistir os wantrepreneurs nacionais para estes se tornarem empreendedores da nova ordem económica. Para tal, é necessário conhecer e adoptar os paradigmas de Silicon Valley!

Ser wantrepreneur não é motivo de vergonha… é apenas ser o princípio de uma evolução! E é bem melhor que ser um velho do Restelo com a presunção que sabe de tudo…

Jorge Saraiva

O Jorge é Business Angel na TST (Holanda). Para além desta atividade, dirige ainda o laboratório web/mobile CodeAngel (www.codeangel.eu) em Braga. É, ainda, presidente de um dos maiores movimentos cívicos na cidade de Braga: o Dish Mob.

More Posts - Facebook - LinkedIn

Author: Jorge Saraiva

O Jorge é Business Angel na TST (Holanda). Para além desta atividade, dirige ainda o laboratório web/mobile CodeAngel (www.codeangel.eu) em Braga. É, ainda, presidente de um dos maiores movimentos cívicos na cidade de Braga: o Dish Mob.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>