>

As palavras de C.Perez sobre revoluções tecnológicas e a...

É verdade que no ineo blog não temos por hábito publicar videos não produzidos por nós. Porém, recentemente descobri esta interessante entrevista de Fred Wilson a Carlota Perez, e achei que deveria ser partilhado. Fred Wilson é...

É verdade que no ineo blog não temos por hábito publicar videos não produzidos por nós. Porém, recentemente descobri esta interessante entrevista de Fred Wilson a Carlota Perez, e achei que deveria ser partilhado.

Fred Wilson é um Venture Capitalist reconhecido de Nova Iorque, responsável por investimentos em empresas como os conhecidos Twitter, Tumblr, Meetup, Zynga, Disqus e Feedburner. Para além disso, e podem ter a certeza que não menos interessante, é o seu blog regular avc.com que aborda variadissimos tópicos dentro das áreas de empreendedorismo, web, startups, etc, gerando sempre discussão na sua (muito) grande comunidade. Recomendo vivamente.

Já Carlota Perez, desconhecida minha até então, é uma especialista em tecnologia e desenvolvimento socio-económico , fazendo parte de várias instituições de diversos meios diferentes (uma lista que não é pequena, diga-se) seja como professora, investigadora e/ou consultora, e sendo também autora do conceituado livro “Technological Revolutions and Financial Capital”.

Nesta entrevista, Fred Wilson, que culpa Carlota Perez em parte pela forma como pensa hoje, aborda várias questões pertinentes para a fase económica difícil em que vivemos. Até aqui nada de novo – a economia e a crise – mas, o que me despertou realmente interesse neste video, é a forma como esse tema  é abordado: C.Perez, embora fale sobre o impato que a economia está a ter no desenvolvimento de todos os países, foca-se na perspetiva contrária, isto é, sobre o impato que as várias revoluções tecnológicas (como a que por que passamos agora) têm sobre a economia.

Isto, o desemprego, a educação e os seus custos, a sustentabilidade e o minimalismo, e as atitudes e ações que devemos tomar, são tópicos percorridos durante esta boa conversa.

Partilhe:

6 Novembro 2011 | Daniel Lopes