>

Diplomadas em enfermagem na final do PoliEmpreemde

"Medicação...

“Medicação sempre à mão”, de três alunas da ESEnfC, vai concorrer com os principais projectos de vocação empresarial de cada um dos Politécnicos do país.
Três recém-licenciadas pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) venceram a etapa regional da 7.ª edição do concurso PoliEmpreende com um projecto de negócio que visa facilitar a administração de medicamentos junto da população idosa.
O projecto, intitulado “Medicação sempre à mão”, vai concorrer com os principais projectos de vocação empresarial de cada um dos Institutos Politécnicos do país, que se vão defrontar na final do PoliEmpreende (etapa nacional), nos dias 16 e 17 de Setembro, em Viana do Castelo.

50 por cento dos idosos com erros de medicação

O projecto de Ana Carvalho, Andreia Nascimento e Rosário Morais (na foto) pretende minorar os erros de medicação que, de acordo com alguns estudos, ocorrem em mais de 50 por cento dos idosos. O objectivo final passa pela melhoria da qualidade de vida desta população, ao diminuir as falhas no regime terapêutico. Integraram o júri do concurso regional a presidente da ESEnfC, Maria da Conceição Bento, o engenheiro João Vasco Ribeiro (membro do Conselho Geral da ESEnfC), o vice-presidente do IAPMEI, Francisco Pegado, o Chief Nursing Officer, Sérgio Gomes, o director executivo da IPN Incubadora, Paulo Santos, e o director regional do Banco Espírito Santo, Rui Baptista.

Incentivo à criação e fixação de empresas

O PoliEmpreende é considerado um caso de sucesso no ensino superior, por ter reunido todas as instituições do subsistema politécnico num projecto comum.
A mudança de atitudes da comunidade académica, levando alunos, docentes e diplomados a aprofundar competências pessoais e empresariais, o incentivo à criação de empresas e, por essa via, à fixação de quadros qualificados nas regiões onde os politécnicos e escolas superiores actuam, são alguns objectivos do projecto.
Participam no 7.º PoliEmpreende todos os Institutos Politécnicos do país, a ESEnfC, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda (Universidade de Aveiro) e a Universidade do Algarve.

Fonte: As Beiras

Partilhe:

20 Julho 2010 | Carlos Cerqueira - IPN